Skip to content

Aviso

Blog em testes para ser configurado novamente.

Novidades

quinta-feira, abril 2

O blog do RicaPerrone agora será www.ricaperrone.com.br.

Mude nos seus favoritos e confira as novidades!

O blog novo pode demorar mais tempo para alguns para aparecer em virtude do DNS. Enquanto não vai sozinho, clica aqui!

Este blog será desativado e ficará apenas como arquivo.

abs,
RicaPerrone

Desempenho 2009

quarta-feira, abril 1

Abs,
RicaPerrone

 

Olé!

quarta-feira, abril 1

Eu “si” divirto!!!!

Boa, Maradona!!!

abs,
RicaPerrone

Tecnicamente problematico

terça-feira, março 31

O Mengão venceu, tá classificado. Não assistia um jogo de time carioca ha algumas rodadas em virtude da falta do PPV. Hoje voltou, e me surpeeendi.

Pra quem não via o Fla jogar desde o comecinho da Taça Rio, houve uma evolução bastante clara. Nada que beire o ideal, mas já mudou. O time do Flamengo tem qualidades que se tornam problemas, principalmente pro futebol atual.

Por uma questão cultural, tradicional e até de “amadorismo” (um dia falo sobre em outro post, o tema é longo), o futebol carioca preza pouco pela competitividade se comparado ao Paulista. Os times se jogam mais pro ataque, a torcida cobra mais um futebol alegre, enfim, a marcação e a obediencia tática são menores.

A maior qualidade do Flamengo, não tenha dúvidas, é a parte técnica. É um time extremamente técnico com a bola nos pés, mas….  que paga por isso.

Você tem 2 volantes de muita qualidade com a bola, Kleberson e Ibson. Tem dois laterais (um que virou meia) de alta técnica e pouca força física. Meias, como Zé e Erick, que também jogam muito mais do que impedem jogo rival. E atacantes que não são altos.

Porra, mas então o time vai dar show?

Poderia jogar bonito, e até faz quando tem a bola e o time se posiciona na frente. O problema é o jogo sem a bola e a postura quando ataca.

São 2 zagueiros e o Willians fazendo um volante que vira terceiro zagueiro o tempo todo. Sempre a frente de Angelim e F.Luciano.  Na frente, dois volantes que jogam numa função, digamos… sem grande definição. Kleberson e Ibson chegam na área adversária o tempo todo, mas também ficam perdidos entre ataque e defesa quando o jogo centraliza. Não são volantes fixos, nem meias. São… sei lá, uma espécie de “jogadores de meio campo”. Deviam ser versateis, mas ainda não acharam a cobertura dessa liberdade.

Aí tem o Leo e o Zé (ou o Erick) abertos, com o Josiel centralizado.

Onde mora o problema?

Se você tem um time que vem de trás, com laterais, meias e volantes, essa bola tem que ser mais lenta. Se for rápido, chega com 2 ou 3 só contra uma zaga postada. Fica fácil marcar.  Se chegar tocando devagar, pela disposição tática, o time tende a abrir a jogada. Quando abre, cruza. E quando cruza percebe que só tem jogador baixinho na área.

Aí mora o perigo maior.

Ibson e Kleberson se mandaram. Willians tá fazendo o primeiro combate, e é comum os dois alas terem se mandado. A bola é cortada pela zaga e, com qualidade, armam um contra-ataque duro de parar, já que Kleberson e Ibson não ficam.  Os meias jogam abertos, exigindo a chegada dos volantes pra fechar o meio.

Resumindo: Enquanto o Flamengo corre pra compor o ataque, ele perde a bola porque tenta ser veloz. E quando perde, tem gente nas costas dos volantes sempre. Fica muito perto do gol a marcação da defesa. É um perigo de chute a gol e penalti constante. Contra times grandes isso é perigoso.

O porte do time é baixo e fraco. Perde bolas altas na frente e no meio o tempo todo, e devolve demais a bola. Nessa de perder a bola rapidamente, Ibson e Kleberson ficam naquela de nem atacar, nem marcar, porque vivem no meio do caminho.

A idéia do Cuca é boa. Mas precisa prender a bola, jogar mais lentamente e talvez achar um jogador mais forte e alto pro meio e ataque. Pelo menos em um dos casos. 

Ele já viu isso, tanto que meteu o Everton mais preso pra soltar o Leo. O Flamengo fica com 3 fixos atrás, mas as vezes a bola vem nas costas do Juan, e aí? É mano a mano sempre.

E convenhamos, os jogadores do Flamengo são ruins de combate. Demoram pra dar o bote. Cercam, correm, marcam, mas o bote mesmo só dão perto da área. Tem que corrigir pro Brasileirão.

Mas, após o jogo de hoje, fiquei satisfeito em ver que o time cresceu. E preocupado porque os problemas de marcação de 2008 continuam.

Dá tempo de arrumar. Eu ainda prefiro o Leo na lateral e um atacante do lado do Josiel, deixando a criação pra um meia com o auxilio de Ibson e Kleberson. Mas…. aguardemos. Não vou julgar tudo por um jogo, já que não via há algumas rodadas.

abs,
RicaPerrone

Papo reto

terça-feira, março 31

“Ah, o Perrone não gosta do Muricy”, dizem.

Então vamos bater um “papo reto”.

Primeiro quero deixar claro que eu não costumo esconder preferencias, e se não as tivesse, você não viria aqui ler minha opinião. Pois procura opinião aquele que quer conhecer as preferencias de outra pessoa. Só.

Eu nunca, em nenhum momento, disse que achava o Muricy nada abaixo de “muito bom treinador”. Sempre respeitei e considerei de alto nível seu trabalho. Mas, como tudo na vida, você não precisa concordar com o que respeita. Uma relação dificil pra alguns entenderem, mas que a minoria ainda consegue.

Nunca sugeri sua saída do SPFC depois de 2006, onde após perder o Paulista em casa por 4×1 pra um pequeno, a Recopa no Morumbi e um 0x0 num clássico de 11×9, achei que era melhor sair. Depois disso, não mais sugeri sua queda. Pelo contrário, e óbvio que não se lembram disso porque só guardam as criticas, eu o defendi na perda da Libertadores 2008. Idem para o Paulista.

Informei SIM sobre a sua possivel queda varias vezes, que em seguida ele mesmo confirmou. Era noticia, não boatinho maldoso, coisa que eu não faço. Informo pouco, mas quando informo eu sei o que estou falando.  Sempre relatei que existe enorme parte da diretoria que não gosta dele. E ele confirma isso. Ou seja, novamente acabo pagando por não ficar apenas babando em cima do clube que torço, mas sim dando o lado bom e o ruim, que considero ser minha função.

Mas, respondendo a maior questão de todas da forma que vocês esperam (Você gosta do Muricy?):

Não, eu não gosto do Muricy. E quando digo isso, vamos aprender a separar as coisas.

Eu não gosto do estilo, como não gosto do Parreira e do Roth. São formas de pensar futebol que não me agradam, o que não necessariamente traduz em derrota no campo. Só não gosto, jamais disse que não dava certo. Ao contrário, cansei de escrever textos exaltando a competitividade do time, mas… nunca escondi que não me agrada a forma.

A pessoa Muricy, não tenho nada contra, nem a favor. É amigo da minha família, nunca me olhou torto, quando me destratou numa entrevista via telefone nem sabia quem eu era. Depois disso, fui ao CT por 1 ano e meio quase todo dia e ele jamais me olhou torto ou deixou de me cumprimentar ou gravar algo conosco. A relação é zero. Nem ruim, nem ótima.

Aí entra o que eu não gosto no Muricy, que infelizmente alguns não conseguem ouvir porque só sabem ler “sim e não”, sem os porens todos que o futebol e a vida exigem.

Forma de pensar futebol: Não me agrada. Gosto de outro tipo de jogo, mas reconheco que o dele é competitivo.

Forma de tratar pessoas: Reprovo 100%. Acho absurdo um cara representar um clube e agredir pessoas que só o elogiam porque acordou de mau humor.

Marketing pessoal: Fantastico! Mas não entro nele. Acho incoerente e absurdo elogiarem a “postura” de um técnico que desmerece os colegas dele e que cria mentiras que viram verdades. Por exemplo: Quantas vezes você já ouviu o Muricy dizer que a pressao é forte no SPFC? Porque quando alguem pergunta ele diz que com ele não tem pressao? Ou reclama, ou diz que não liga.  Outra coisa: O elenco do SPFC é otimo ou falta gente? Porque ele tem a cara de pau de reclamar do elenco que tem todo ano, nas entrelinhas.

Porque ele fala que não ouve proposta e fica ironizando o Luxemburgo sobre avisar que existem, sendo que ninguem fala tanto em coletiva que tem oferta quanto ele?

Porque ele acha que “ganha pouco” e faz disso um marketing sendo que ganha quase o mesmo do Luxemburgo, alvo de ironias sobre “custar caro”?

Porque ele cuida com carinho dos amiguinhos quando diz que “é duro ganhar sem recurso”, ou que “ele fez muito com o que tinha”, e quando ganha do Luxemburgo que dirigiu times mediocres de Santos e Palmeiras nos ultimos 3 anos, se vangloria e tira sarro?

Porque ele fala em “quem escala sou eu”  e todo ano quem mexe no time é o Juvenal quando a merda estoura após um primeiro semestre ridiculo?

Você, torcedor que adora o Muricy, vai me dizer que concorda com a postura de um profissional que debocha dos colegas dele? O Leão e o Luxa não erram arrogantes? O Muricy é o que? Autentico? Qual a diferença entre ser autenticamente arrogante ou arrogante por marketing? Você aprovou o que ele disse sobre o Luxemburgo no dvd do hexa? Não sabe? Clica aqui… veja se isso é ético.  Pergunte-se a si mesmo o que você acharia disso se tivesse partido do outro lado…

Quem é ele para debochar dos métodos do Felipão e do Cuca? Não sabe disso? Ele falou num cusro de treinadores, onde eu estava e vi. Ninguem me contou. Você vai a um curso para futuros tecnicos debochar dos seus colegas que darão palestra la amanha?

Meus caros, a coisa é mais fácil do que alguns geradores de complo enxergam. Eu não persigo e nem odeio o Muricy. Só vejo tantos defeitos nele quanto qualidades, coisa dificil pro torcedor, que vive de resultado e camufla qualquer coisa por uma vitória de 1×0 num clássico.

O que mais ajuda a carreira doMuricy é o Luxemburgo. A imprensa exalta e não questiona o Muricy exatamente porque ODEIA o Luxemburgo. Foi a chance que muitos tiveram de exaltar alguem e tirar o Luxa do posto de maior de todos. Só que o pau que bate no Francisco tem medo do Chico.

Há 5 anos o melhor elenco do país está SEMPRE nas mãos do Muricy. Meritos dele, claro! Mas… e aquele papo lá de “com timaço até eu ganho”? Morreu? Ou só usam contra o Wanderley? Porque era assim na Era Parmalat né…   Quando, diga-se, seu time era tão superior ao do Muricy de hoje quanto os rivais eram mais fortes do que os atuais.

Comparo a maior parte do post com o Luxemburgo porque é exatamente em cima dele que surgem 90% das polemicas e analises sobre o Muricy. Todo sãopaulino que pretende defender o técnico cita quem? O Luxemburgo. É referencia. A anti-exaltação da competencia alheia.

Porque são 200 argumentos quando o Muricy perde. Diretoria que erra planejamento, jogador de 6 meses… Santo Deus, chegaram a culpar a diretoria por dar a ele Adriano!! O Luxa não. Ele dirige elencos meia boca ha 3 anos, sem chances de conquistar grande coisa, chega em todas, e ninguém alivia.

Claro, é o anti-cristo.

O que faz a mídia, o Muricy e os torcedores em relação ao Luxemburgo é exatamente o SBT em relação a Globo. O outro é tão competente que tudo se joga nas costas dele. Tudo remete a ele. Tudo se compara a ele. Ou você acha “grande” por parte do SBT dizer: “Depois da novela da Globo, Filme tal, aqui no SBT”? Puta exaltação ao concorrente.  E é examente o que acontece com ele. A referencia é sempre o melhor, e quem dá esse rotulo ao Luxemburgo é examente você, que odeia e fica procurando motivo para compara-lo ou desmerece-lo.

Ja notou como o maior narrador do pais é o pior pra quem gosta de falar? Que a banda de maior sucesso é uma merda? Que o melhor piloto é uma farsa? Que tudo nesse país é feito para puxar pra baixo quem está em cima e não para buscar chegar em cima por meritos e apenas igualar os grandes?

Muricy é um grande técnico. Tem uma metodologia que eu não gosto, e uma personalidade que não me atrai. Funciona, mas não me comove.

Agora… tá na hora de neguinho parar de encher o saco e colocar o cerebro na frente das coisas. Ninguem é incriticavel e nem só defeitos. O problema é que o pior cego é o que não quer ver. Ou, pior ainda, aquele que vê o que lhe convem.

E vou além! Conheço um mooooonte de colega meu que odeia o Muricy, mas que não pode falar. Sabe porque? Porque não se bate em quem ta ganhando.  No futebol, quem ganha só merece elogios. Quem perde, só criticas. E não é assim que funciona.

Vou opinar sempre coerentemente com o que penso. Se não gosto da filosofia e ela é mantida, vou seguir criticando. Simples assim. Se mudar, eu paro. E se dentro da filosofia que discordo eu encontrar méritos, como já fiz 100 vezes aqui, elogiarei sem problemas.

Eu sou muito chato porque procuro lado bom e ruim nas coisas. A maioria quer o lado bom do time dela, o ruim dos outros e só. Mas se fosse pra fazer isso, ninguém procuraria a opinião dos que, teoricamente, são imparciais e muito mais bem informados.

Eu também sou torcedor. Ou você acha que se o SPFC ganhar a Libertadores eu não vou amar o Muricy pro resto da vida? Claro que vou! hahahahaha Mas aí sai o cerebro, entra o coração e só. 

O problema é que, aqui, não é bem essa minha função. 

Agora, parem de “achar que eu acho isso ou aquilo”. O que eu penso e você questiona ou sugere está aí, claríssimo. Não interprete textos claros, não se faz necessário. Todas os “achismos” sobre o que eu “acho” do Muricy estão, enfim, colocados. Ponto final.

E já que o blog está migrando e por isso está “sem comentários”, vou aproveitar pra tocar nesse assunto. rssss

abs,
RicaPerrone

Coisas que só acontecem com o Perrone

segunda-feira, março 30

Hoje cedo fui a uma loja de revelação e molduras. Queria ver umas fotos minhas de estádios pra colocar nas paredes e tal.

Eu sempre tive uma tendencia a ofender pessoas sem querer. Querendo então, sou formado e tenho mestrado. Mas, as vezes escapa né…

Entrei na lojinha e a mulher foi mostrando o que ela tinha, com uma parede cheia de exemplos de quadros para escolher moldura.

Fui olhando, olhando… e ela indicando.

- Esse aqui é mais em conta.
– Ah, mas eu queria preto na borda.
– Tem ali os pretos. Você gosta desse?
– Não..
– E desse?
– Po, gostei! Quanto é?
– R$ XXXX….
– Legal! Mas vem cá… não vem com a foto né? Puta noiva feia!!!! ahahahahaa
– É… (risos desconsertados), é minha filha que casou mes passado.

Mudo, agradeci e sai da loja.

E vou encomendar lá meus quadros! Por e-mail, claro.

Mais dessas? Clique aqui.

abs,
RicaPerrone

A garotinha guerreira

segunda-feira, março 30

Bom, sábado no Morumbi houve um minuto de silencio pela morte da Nadine, uma garotinha especial, filha do Magrão da Independente, que foi ajudada pelo Leandro Guerreiro.

Ha 1 ano ela conversou comigo na ET. E infelizmente ela não resistiu e faleceu.

Fica o vídeo como homenagem. E força, Magrão!

As coisas nem sempre tem uma explicação…

Que Deus a receba com o tamanho do sorrisão que você estampava nesse rostinho.

abs,
RicaPerrone

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.